Crítica: Abominável 

Quinta-feria, 26 de setembro de 2019                                                                                                                Texto: Patrícia Piquiá

 

A animação da Universal Pictures “Abominável” conta a aventura de Yi uma garota chinesa que encontra uma criatura mágica – um Yeti – um não tão abominável homem das neves no telhado de seu prédio. Quem faz a voz de Yi na dublagem brasileira é a atriz e cantora Mharessa Fernanda da produções do SBT.

 

Resultado de imagem para abominável filme

 

O filme começa contanto como a criatura Yeti foge do laboratório do milionário senhor Burnish, administrado pelo zoóloga Dr. Zara. O Yeti fica perdido na grande cidade de Xangai até quando encontra abrigo no telhado da jovem Yi, uma menina chinesa, que não para em casa e está com dificuldades com a família. Uma noite Yi encontra o Yeti e cura seus ferimentos e ao tentar se comunicar com ele, descobre que ele só deseja ir pra casa, mas que infelizmente ele está sendo muito perseguido pelo milionário Burnish. Com a ajuda do seu jovem amigo Peng e do seu primo mais velho, o galã da escola Jim, Yi fará de tudo para que o Yeti, apelidado de Evereste, chegue finalmente no seu verdadeiro lar, o monte Evereste no Himalaia. Juntos, eles vão atravessar cenários deslumbrantes e superar grandes desafios até chegar ao Evereste.

 

Resultado de imagem para abominável filme

 

Eu gostei muito do filme e recomendo para as crianças e para todos os amantes de animações como eu. Evereste é fofo demais, dá vontade de apertar. Toda a magia, poder da amizade e superação de problemas está muito bem construída no enredo, com até uma reviravolta no final. Emocionante como a criatura que poderia ser estranha e esquisita nos ensina muito sobre acreditar nos sonhos e no poder da amizade para se superar os maiores problemas. Já quero mais.

 

Resultado de imagem para abominável filme

 

Muito interessante também a tentativa de mostrar uma China que não conhecemos de belezas naturais exuberantes, muito bem desenvolvidas na computação gráfica.

 

O filme é uma produção da DreamWorks Animation, mesma de Sherk, Madagascar, Kung Fu Panda e Como treinar seu Dragão e conta com a direção de Jil Culton. 

 

A estreia nos cinemas está marcada para 26 de setembro.