Crítica: Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa

Quarta-feria, 5 de fevereiro de 2020                                                                                                                    Texto: Patrícia Piquiá

 

A anti-heróina Arlequina, estrelada por Margot Robbie, “namorada” do super vilão Coringa, baseado no universo dos quadrinhos da DC Comics, volta em filme solo de ação e muita comédia.

 

Resultado de imagem para aves de rapina arlequina e sua emancipação fantabulosa

 

O filme começa contando que após o desfecho de “Esquadrão Suicida”, Arlequina e o super-vilão rompem o relacionamento tóxico e abusivo. Arlequina, que gozava de muitas regalias e imunidade sendo a parceira do Coringa, se torna alvo de seus inimigos quando o seu rompimento se torna público. O primeiro a querer a cabeça da insana anti-heroína é o vilão mais narcisista de Gotham, Roman Sionis (Ewan McGregor) o Máscara Negra, e seu zeloso braço direito, Zsasz (Chris Messina)

 

Resultado de imagem para aves de rapina arlequina e sua emancipação fantabulosa ewan

 

Arlequina consegue uma “trégua” quando Sionis têm como alvo uma jovem chamada Cassandra Cass (Ella Jay Basco) e faz Arlequina e  a cidade ficar de cabeça para baixo procurando por ela. Nesse momento, os caminhos de Arlequina, Caçadora (Mary Elizabeth Winstead), Canário Negro (Jurnee Smollett-Bell) e Renee Montoya (Rosie Perez), as “Aves de Rapina”, se cruzam e o improvável quarteto não tem escolha a não ser se unir para derrubar  o Máscara Negra.

 

Resultado de imagem para aves de rapina arlequina e sua emancipação fantabulosa ewan

 

Eu gostei do filme, ele é muito divertido e despretensioso, mas as cenas de ação são bem legais.  O filme peca em excesso de flashbacks para explicar a origem das Aves de Rapina, o que me cansou um pouco, mas no mais achei que Margot traz todo o protagonismo e carisma que foram o destaque de Arlequina em “Esquadrão Suicida”. O fato de seus shorts não serem tão “curtos”, com perdão do trocadilho em inglês, ajudam que as cenas de luta de Margot com muitas acrobacias, estrelinhas especialmente, sejam visualmente muito legais. E a cena final em que ela luta de patins dentro de uma “Casa Mal Assombrada” de Parques de Diversão é muito legal.

 

Resultado de imagem para aves de rapina patins

 

Arlequina está mais infantil do que insana, como visto em “Esquadrão Suicida”, apesar da brutalidade de algumas cenas, o filme teve muito desse contraste, entre o fofo, colorido e infantil em contraposição ao sujo, sem cor e violento. É um filme despretensioso, as Aves de Rapina são interessantes e aguerridas e o filme é muito “Girl Power” e uma boa diversão no cinema, mas sem muitas expectativas. E só podia ter mais cenas entre Arlequina e sua hiena de estimação. rsrs

 

Resultado de imagem para aves de rapina arlequina e sua emancipação fantabulosa ewan

 

O filme estreia dia 6 de fevereiro no Brasil.

 

Nota: 3,5 / 5

counter free