Crítica: Croods 2

Quinta-feira, 07 de janeiro de 2021                                                                                                                   Texto: Patrícia Piquiá

 

A sequência da animação de 2013 da Dreamworks – mesmo estúdio de “Como treinar seu Dragão”, “”Kung Fu Panda” e “Shrek” – acompanha a jornada dos Croods em busca de um novo lar, depois de deixarem sua caverna no primeiro filme.

 

Crítica | Os Croods 2: Uma Nova Era – Continuação é uma mirabolante  aventura colorida | CinePOP

 

Durante a aventura, eles se deparam com uma família moderna, com costumes completamente diferentes dos deles, os Bemelhores. A família, composta por Esperança Bemelhor (voz de Juliana Paes), Bem Bemelhor (voz de Rodrigo Lombardi) e a filha Aurora, que levam uma vida bem diferente da dos homens das cavernas. Uma aventura sobre uma família pré-histórica que descobre as transformações no mundo enquanto tenta permanecer unida.

 

O filme de forma alegre e divertida consegue muito bem fazer uma crítica sobre muito assuntos importantes entre eles a descoberta do novo, conflitos da vida moderna, o desapego familiar, a síndrome do ninho vazio e sonoridade. E o final ainda abre muitas possibilidades para uma possível continuação.

 

O longa estreia em 7 de janeiro de 2021nas principais redes de cinema do Brasil.

 

 Nota: 4,0 / 5,0