Crítica: Dash e Lily

Sábado, 14 de novembro de 2020                                                                                                                    Texto: Patrícia Piquiá

 

A comédia romântica da Netflix baseada na série de livros O caderninho de desafios de Dash & Lily de David Levithan e Rachel Cohn. E a primeira temporada conta 8 episódios de cerca de 30 minutos.

 

Dash & Lily": Nova série natalina da Netflix tem produção de Nick Jonas

 

Os opostos se atraem quando o cínico Dash (Austin Abrams) e a otimista Lily (Midori Francis) trocam mensagens e desafios em um caderno que vão deixando em diferentes pontos de Nova York.

 

DASH & LILY | Site Oficial Netflix

 

A série mostra sempre os fatos por versões, temos primeiro a versão de Dash, que acha o caderno de desafio de Lily em sua livraria favorita, a Strandem Nova York. Dash está pessimista com o Natal, pois está na fossa por conta do fora que levou de sua namorada Sofia. Dash mente para os pais separados para ficar sozinho no feriado em Nova York na casa do pai que está viajando. Ele lê o desafio feito por Lily e resolve aceitar, na esperança de descobrir quem é a pessoa que o desafiou, coisa que não acontece de início.

 

Movies and TV Shows Like Dash & Lily | POPSUGAR Entertainment

 

Na segunda parte do episódio vemos a visão de Lily de onde ela tirou a ideia de fazer o desafio. Lily é uma otimista garota que ama o Natal, mas que não está tendo o Natal dos seus sonhos, em sua versão descobrimos que seus pais e avó irão viajar e que ela terá apenas o irmão, que está desanimado com Natal por conta de fora do namorado. Ela é uma menina introvertida que não tem muito amigos, o irmão, junto com seu novo crunch, resolvem ajudá-la primeiro para tirá-la de casa, pra eles ficarem sozinhos, e segundo para que ela possa conhecer alguém legal e se divertir nesse período.

 

Nessa premissa ambos tentam se desafiar e vão descobrindo que tem mais em comum do que as pessoas que eles conhecem pessoalmente. A afinidade aumenta, mas ambos tem medo que a pessoa que idealizaram não condiza com a pessoa que realmente escreve.

 

Eu gostei e recomendo, essa forma de termos primeiro a visão de um e depois a visão do outro traz muito dinamismo a narrativa, aliada a esse jeito antigo de se conhecer, por meio de um caderno, foi um achado para trazer algo novo em como conhecer uma pessoa de verdade e aos imprevistos podem acontecer e atrapalharem o casal a ficar junto, O caderno precisa sempre ser deixado no lugar combinado se não não tem como eles se encontrarem então nós ficamos sempre com esse suspense o que traz muita emoção à estória.  O carisma dos personagens, e dos atores principais e coadjuvantes também, também ajudou muito, especialmente a Lily que tem muito da menina sonhadora que a maioria de nós se relaciona e torce que consiga ter sorte no amor nesse tipo de filme. Aproveita o final de semana e assista e se divirta.

 

Eu torço para uma segunda temporada, pois tem livro continuação para isso. :)

 

A série estreou dia 10 de novembro na Netflix Brasil

 

 

Nota: 4,0 / 5,0