Crítica: Frozen 2

Quinta-feria, 2 de janeiro de 2020                                                                                                                Texto: Patrícia Piquiá

 

Esperada continuação da animação de 2013, conta como a atual rainha Elsa, sua irmã a princesa Anna, o amor de Anna Kristoff, a rena de Kristoff, Sven e boneco de neve Olaf embarcam em mais uma aventura para salvar Arendelle.

 

Resultado de imagem para frozen 2

 

Para isso deverão lembrar-se de uma história que seu pai as contavam quando eram crianças, quando ele ainda era príncipe de Arendelle, a história de uma visita à floresta dos elementos, onde um acontecimento inesperado teria provocado a separação dos habitantes da cidade com os quatro elementos fundamentais: ar, fogo, terra e água. Esta revelação ajudará Elsa a compreender o chamado que tem ouvido e a origem de seus poderes, mas para isso terá que ir às profundezas da floresta, mas sua irmã e seus amigos não a deixarão sozinha.

 

Resultado de imagem para frozen 2

 

 

Eu recomendo o filme para os fãs da franquia, mas na minha opinião é um pouco inferior ao primeiro, pois usa as mesmas fórmulas de sucesso do primeiro, aposta no amor das irmãs como redenção para os conflitos internos de Elsa e não traz nada de muito novo, nada sobre um parceiro, ou parceira para Elsa. Olaf é o personagem que mais cresceu nessa continuação, mostrando todo o carisma que o boneco de neve tem.

 

Resultado de imagem para frozen 2

 

As músicas na dublagem brasileira achei fracas em relação a versão em inglês, nada será comparado a “Livre Sou”, mas a dublagem brasileira é muito boa em especial a de Olaf, feita pelo ator, apresentador e humorista Fabio Porchat. Um filme para a família curtir nas férias ou recesso de início de ano.

 

Resultado de imagem para frozen 2

 

O filme estreou nos EUA desde o dia 22 de novembro e bateu vários recordes de bilheteria, se tornando a terceira maior animação de todos os tempos, perdendo só pra o live-action de Rei Leão e para primeiro Frozen e demora bastante para chegar ao Brasil estreando só em 02 de janeiro no Brasil.

counter free