Crítica: Um Lugar Silencioso - Parte II

Quarta, 21 de julho de 2021                                                                                                                    Texto: Patrícia Piquiá

 

O filme continuação do drama e suspense de 2018 é novamente dirigido e roteirizado por John Krasinski e traz novamente aos cinemas a família Abbott agora encabeçada apenas pela matriarca Evelyn (Emily Blunt).

 

Crítica Um Lugar Silencioso: Parte 2 | A sequência é ainda mais intensa -  Canaltech

 

Evelyn e os filhos tentam sobreviver a ameaça das estranhas criaturas que atraídas pelo som caçam e matam a todos, mas agora a família deixa seu lar, devido os terríveis eventos do primeiro filme.

 

O filme começa com um flashback tentando nos situar de como aquelas terríveis criaturas surgiram na vida da família Abbot e também como prelúdio da chegada de um novo personagem interpretado por Cillian Murphy  da série “Peaky Blinders” que será importante na sobrevivência da família fora de seu lar.

 

Um Lugar Silencioso 2 é adiado para julho no Brasil - TecMundo

 

Apesar de não termos a originalidade do primeiro filme, onde o fator som foi muito bem usado para dar todo tom de medo, terror psicológico e suspense que aquela família sentia, a continuação explora outros dramas de forma muito interessante.

 

Além das criaturas a família terá que enfrentar os terrores do mundo exterior, em que os seres humanos podem ser uma ameaça ainda maior a sua sobrevivência.

 

Sem spoilers, eu recomendo muito o filme, como frisei, não tem o fator inovador do primeiro, mas tem muito drama ainda e suspense com vários momentos de sustos para os amantes desse estilo. E a trama familiar também é muito bem desenvolvida em especial a da menina Regan (Millicent Simmonds) que assume protagonismo e tem nas mãos todo o peso de salvar a família depois de tudo que aconteceu no primeiro filme e a jovem atriz assume muito bem esse protagonismo.

 

O filme teve a estreia nos cinemas muito adiada por conta da pandemia, mas se você vacinou ou não, mas segue os protocolos de segurança, e ama o cinema a espera vale muito a pena, na sala de cinema todo o suspense é muito bem realizado.

 

O filme estreia dia 22 de julho nos cinemas brasileiros.

 

 Nota: 4,0 / 5,0